Informativo

Para que servem as Buzinas?

Se você mora numa cidade em que passam trens, já deve ter ouvido o som de uma buzina. Mas você já parou para pensar para que servem as buzinas de trem?

Buzinas são equipamentos de segurança movidos a ar que operam em locomotivas elétricas e a diesel. Sua função principal é alertar pessoas e animais da aproximação de um trem, especialmente próximo a passagens em nível – locais em que estradas e a ferrovia se cruzam – assim como ao se aproximar de túneis, pontes, viadutos, ao avistar pessoas na via ou qualquer condição de alerta.

Trens se movem sob trilhos fixos e têm uma capacidade muito limitada de manobra,  o que faz com que estejam particularmente suscetíveis a colisões. Essa dificuldade é exacerbada pelo enorme peso da composição e pela sua inércia, o que torna difícil parar rapidamente quando encontra um obstáculo. Para se ter uma noção, uma composição de trem é formada por uma locomotiva e seus vagões. Com os vagões vazios, o conjunto pode pesar cerca de 2.000 toneladas. Com eles cheios, até 13.000 toneladas, dependendo da quantidade e do tipo de vagões. 

No Brasil e na maioria dos lugares do mundo, os trens têm direito a passagem preferencial. Isto é, eles sempre têm a preferência e não param nos cruzamentos. As composições de trem dependem, portanto, de que os pedestres, ciclistas e motoristas desocupem os trilhos e deem passagem. Para auxiliar na comunicação, desde sua origem, as locomotivas foram equipadas com sinos e buzinas que serviam de alerta a pedestres e veículos da sua aproximação. 

As primeiras locomotivas possuíam apitos a vapor, que funcionavam aproveitando o mesmo vapor produzido nas caldeiras para propulsão das maria-fumaça e seus vagões. Ao longo do século XX, as locomotivas a diesel começaram a substituir as de vapor na maioria das ferrovias, tornando-as incapazes de utilizar os apitos até então em uso. Diversas tentativas foram feitas para substituir os apitos a vapor.

Inicialmente elas foram equipadas com pequenas buzinas de caminhão – ou apitos movidos a exaustão – mas isso logo trouxe problemas. Essas primeiras buzinas emitiam sons semelhantes a buzinas de ar de caminhões. Isso causava confusão, uma vez que as pessoas estavam acostumadas ao som dos apitos movidos a vapor. Assim, à medida que as locomotivas se aproximavam das passagens em nível e soavam suas buzinas, muitas pessoas esperavam o surgimento de um caminhão pela estrada, e não um trem vindo dos trilhos, aumentando a chance de acidentes.

Para evitar esse problema, foram criadas buzinas de locomotivas, com notas mais longas, mais musicais, e tonalmente parecidas com apitos a vapor. Por esse motivo a maioria das buzinas de trem tem um som distinto, mais alto e diferente das buzinas de carros e caminhões. Ouça abaixo o som de uma buzina de trem:

Agora que você já sabe para que elas servem, como funcionam e um pouquinho da sua história, da próxima vez que você ouvir uma buzina, já sabe: preste atenção, há um trem se aproximando. Fique longe dos trilhos e espere a composição passar antes de atravessar a ferrovia.

Nos próximos posts discutiremos um pouco mais sobre o significado dos toques das buzinas e muito mais. Até breve!

Deixe uma resposta